web analytics
Coluna do Barbeiro

Jornalismo para Leigos

By 18 de abril de 2019 No Comments

Sobre o Livro

O jornalismo é como um sacerdócio. Para exercê-lo, é preciso resiliência, dedicação, compromisso, paciência. Muitas vezes, chegar ao fim de um dia de trabalho é superar um processo de estafa física e mental impelida pela rotina do noticiar.

Nos últimos anos, tem sido desafiador ser jornalista. Como setor produtivo, a profissão não para de se transformar e gerar incertezas. Jornalismo Para Leigos reflete essas modificações e questiona qual prática jornalística a sociedade
deseja. Este livro traz um panorama sobre as mudanças promovidas pela tecnologia no setor e reforça a importância de se trabalhar com ética e transparência no trato da informação. Todo o conteúdo informativo que despreza o interesse público não é jornalismo.

Autores

Heródoto Barbeiro, jornalista e escritor. É editor-chefe e âncora do Jornal da Record News, transmitido em multiplataformas. Edita, ainda, o Blog do Heródoto, no R7.com. Foi apresentador do Roda Vida, da TV Cultura (2011) e âncora do Jornal da CBN (2012). Trabalhou, também, como professor de história da Universidade de São Paulo, USP (1990). Ao longo de sua trajetória profissional, escreveu diversos livros em economia política, história, jornalismo, budismo e media training. E, pelas longas décadas trabalhadas, Heródoto já conquistou mais de 36 prêmios, como reconhecimento de seu trabalho. Entre eles: Líbero Badaró — Grande Prêmio de Jornalismo (1992), Prêmio Simon Bolívar, Parlamento Latino-americano (1996), Associação Paulista de Críticos de Arte, APCA (1997 e 1998, 1999, 2000, 2002, 2003), Comunique-se (2003, 2005, 2007 e 2008, 2010, 2015). A lista não para por aqui.

Udo Simons, jornalista. É teuto-pernambucano e vive em São Paulo há mais de duas décadas. Adora gente, urbanismo, educação, política e, no jornalismo, trabalha com esses temas, além de prestar serviço na elaboração de conteúdo e estratégia de comunicação para instituições públicas e multinacionais. Ao longo dos anos, trabalhou para a CBN, Correio Braziliense, Editora Segmento, retransmissoras do SBT e TV Cultura. Indicado em algumas premiações de jornalismo, em 2000, integrou a equipe de repórteres do Correio Braziliense vencedora do Esso.

Leave a Reply